10 brincadeiras de bebês de 6 até 12 meses

Outro dia eu fiz um post com ideias de brincadeiras para bebês de 0 a 6 meses e disse que escreveria outros posts com um compilado das melhores ideias de atividades para bebês aqui do blog. Tem um monte de pessoas novas chegando por aqui e assim eu consigo facilitar a vida de todos. Se você já está acostumado a acompanhar o blog, pode deixar que terças e quintas continuam sendo os dias de postar as minhas brincadeiras cotidianas com a Princesa Gabi. Hoje é a vez de falar sobre 10 brincadeiras para bebês de 6 a 12 meses. Todas elas eu tive a oportunidade de testar e aprovar com a minha pequena.

O grande marco no desenvolvimento de um bebê de 6 meses é a capacidade de se sentar sem apoio. Essa conquista abre um novo universo de descobertas que vamos explorar nessas sugestões de brincadeiras de hoje. Outros marcos importantes deste período são as capacidades de engatinhar e, em alguns casos mais precoces, andar sem ajuda. Como eu falei bastante da série sobre o desenvolvimento dos bebês, é importante entender o que está acontecendo com o bebê em cada fase para promover brincadeiras que ajudem o seu filho a conquistar essas novas habilidades.

Uma coisa que me ajudou muito, também, foi planejar uma área de brincar adequada para os pequenos desta idade. O Playground da Gabi foi inspirado nos princípios da filosofia Montessori e contou com uma série de brinquedos que eu comprei depois que fiz uma pesquisa para entender quais eram os brinquedos adequados esta fase que vai dos 6 aos 12 meses. Nos 2 posts que escrevi sobre o assunto explico qual é função de cada brinquedo e porque eles são importantes. Além de ter os brinquedos adequados, você pode estimular a sua própria criatividade encontrando jeitos diferentes de usar os brinquedos.

Dito isto, vamos às 10 ideias de brincadeiras para bebês de 6 a 12 meses!

1. Cubos e bolas

Entregar para a criança um cesto com cubos e bolas é garantia de muita diversão. A primeira coisa que o bebê vai querer fazer será simplesmente pegar os brinquedos e levá-los a boca. Essa é a forma que ele tem de conhecer os objetos. É interessante ter cubos e bolas de diferentes texturas por conta disso. Além de permitir essa experiência, que por si só é uma atividade, você pode incrementar a brincadeira fazendo pilhas com os cubos. O bebê irá adorar derruba-los. Já com as bolas, o que você pode fazer é jogá-las de um lado para o outro para que o bebê se interesse por se movimentar e ir busca-las com as mãos. Lembre-se de colocar tudo um pouco afastado do corpo do bebê de forma que ele tenha que deslocar o corpo para pegar. Será um importante exercício de fortalecimento da coluna e do abdômen, fundamental para o bebê engatinhar no futuro.

Gabi consegue derrubar tudo

2. Encaixar peças

Os bebês, como você já sabe muito bem, não vem com uma bula dizendo “aos 6 meses e 3 dias eles começam a identificar as formas geométricas e conseguem brincar com brinquedos de encaixar peças”. Simplesmente não é assim que funciona. Ele vai adquirindo pequenas habilidades no dia-a-a dia e, num belo dia, consegue fazer uma coisa e surpreender você, como na hora em que você percebe que ele consegue se sentar sozinho. A interação com os brinquedos e o desenvolvimento das habilidades motoras, como a coordenação olho-mão, se dá da mesma forma. Por isso, quando a Gabi ganhou o jogo de encaixar peças, por mais que estivesse cedo para ela saber exatamente onde encaixar o círculo e o cubo, procuramos inventar formas de fazer ela interagir com o brinquedo e se divertir com isso.

O primeiro passo foi fazer ela perceber que poderia abrir a tampa e pegar o conteúdo do balde,

Atividades para bebes de 6-12 meses – balde com brinquedos

Depois, o mesmo brinquedo serviu para desenvolver a coordenação motora fina a partir do momento em que pedimos para ela tirar as peças encaixadas com o dedo. E lá foi ela, retirando uma a uma, depois de ter feito um exercício e tanto para conseguir pegar a tampa com as peças.

3. Bolinha e caixa de sucrilhos

Tem uma coisa que eu adoro fazer com as meninas que é inventar brinquedos e brincadeiras com objetos que temos em casa. Uma caixa de sucrilhos e uma bolinha renderam uma atividade incrível para a Gabi. Afinal, para ela perceber que a bolinha entra por uma lado e sai pelo outro, é uma grande vitória!

Atividades para bebes de 6-12 meses – caixa sucrilhos

4. Potes de cozinha viram bateria

Quer outro exemplo de como os objetos da casa podem virar brinquedo? Experimente colocar o bebê sentado diante de um conjunto de potes de plástico. Ele vai passar um tempo bom pegando os potes e manuseando um por um. De novo, isso por si só é uma atividade. Agora experimente colocar uma colher de pau na mão dele, outra na sua mão e comece a batucar. Logo o bebê vai perceber que pode imitar os seus gestos e, do jeito dele, vai transformar os potes numa bateria rapidinho!

Atividades para bebes de 6-12 meses

5. Bola e caixa de papelão

Depois a caixa de sucrilhos e da bolinha, resolvi aumentar o tamanho da bola e da caixa. Acabou que com a caixa de papelão que iria para o lixo virou um túnel e a bola maior funcionou como um baita estímulo para a Gabi engatinhar. Bastou colocar a Gabi de um lado da caixa e a bola do outro para ela se interessar em ir atrás.

Basta virar a caixa colocar uma bolinha para ela se interessar mais

6. Objetos grudados no chão

Olha só esta outra ideia mega simples de como estimular o seu bebê a engatinhar usando os brinquedos tradicionais de um jeito diferente! Eu peguei os blocos de madeira que a Gabi tem para brincar de montar e colei no chão da sala usando fita crepe. Quando a Gabi chegou na sala e viu aquele mar de formas coloridas no chão, não pensou duas vezes antes de sair engatinhando para pegar. O detalhe é que tirar a fita crepe do chão também virou uma brincadeira 🙂

7. Pista de obstáculos com copos descartáveis.

Outra forma de estimular o seu bebê a engatinhar é fazer uma pista com torres de copo descartável e alguns brinquedos. Os bebês adoram a ideia de derrubar a torre e pegar o brinquedo. Eu explico tudo direitinho neste post aqui.

8. Túnel de cadeiras

Essa é outra brincadeira muito fácil de fazer. Pegue as cadeiras da mesa de jantar e coloque-as enfileiradas. Jogue um lençol ou cobertor por cima e está pronto um túnel de cadeiras. Coloque o bebê de uma lado e um brinquedo (ou a mamãe do outro) e temos um super estímulo para incentivar o bebê a engatinhar.

Gabi vai passar pelo tunel_foto 1

9. Texturas

Se o seu bebê já está seguro no engatinhar, experimente aumentar o grau de dificuldade com uma nova experiência que é engatinhar em diferentes texturas.

Gabi se prepara para começar a engatinhar

10. Toalhas

Para terminar, uma brincadeira que você faz com uma toalha velha que tem em casa: coloque seu bebê numa ponta, segure na outra e saia passeando pela casa. Até uma toalha pode ser um excelente brinquedo 😉

sorriso feliz na toalha

Em todas as brincadeiras mencionadas acima, procure conversar com o bebê falando o nome e as cores dos objetos que eles manuseando. Use também verbos de comando simples como “pega”, “joga” enquanto brinca. O bebê pode parecer não entender nada, mas ele está absorvendo toda esta informação e mais tarde irá expressar este entendimento antes mesmo de começar a falar.

Em pouco tempo, o bebê conseguirá reconhecer a bola, o cubo, e irá pegá-los quando você mencionar o nome. Quando você menos esperar vai perceber, também, que o bebê aprendeu o que é jogar, pegar, chutar e que vai obedecer aos seus comandos sempre que você estimulá-lo. É de encher a gente de orgulho perceber como nossos pequenos conseguem se desenvolver em tão pouco tempo.

Por isso, é muito importante também usar palavras elogiosas sempre que o bebê consegue superar novos desafios. Aqui em casa passamos o dia inteiro falando “Isso Gabi!”, “Parabéns, Gabi!”, “Você conseguiu, Gabi!”, “Muito bem, Gabi!”. Ela pára, olha para a gente, sorri e bate palma para si mesma. Amo!

Lembre-se que cada bebê tem o seu ritmo. Por isso, se você apresentar alguma destas brincadeiras para o seu filho e ele não se interessar, não se preocupe. Pode ser que não seja ainda a hora. Deixe passar algumas semanas e repita a proposta. Ele vai gostar com certeza!